Partidos

Se fossemos todos menos inteligentes, talvez conseguíssemos viver com escolhas monocromáticas, por exemplo: Ter uma religião e, por isso, ser contra as outras. Ser de um clube e, por isso, ser contra os outros. Ter uma sexualidade e, por isso, ser contra as outras. As pessoas que são assim, são estúpidas!
InsertBrainNão tenho nada contra estúpidos, valorizo-os como quaisquer outros e, às vezes, até faço parte desse grupo, mas sem deixar de tentar sempre excluir-me.
Fazer das fraquezas força, não é o mesmo que ter orgulho nas fraquezas.
Percebo as simpatias clubísticas e até as picardias entre clubes, mas achar verdadeiramente que as pessoas de outro clube são diferentes só por isso… é estúpido.

Será preciso repetir tudo o que disse mudando “clubes” para “partidos”? Ou conseguiremos aprender com analogias?

 

 

Sonho-te! (ou a saudade de estar contigo)

andreAQuanto mais nos embrenhamos na vida, mais próximos ficamos. Quanto mais próximos estamos menos tempo temos juntos.

Parece uma contradição, mas daquilo que vejo é o mais comum!

Não sei se é da condição humana ou da condição da sociedade em que vivemos, mas o tempo para estarmos com quem amamos torna-se cada vez mais escasso. E por isso mesmo, mais precioso. O problema é quando se deixa de dar valor aos que nos querem bem. E algo profundo muda..

Por isso quero manter-me assim, (ainda) apaixonado! Recordar cada momento bom na esperança que seja cada vez melhor! É deixar de olhar para a quantidade para começar a apreciar a qualidade!

E assim sendo, quero continuar a gritar no meu coração:

“Quando não estou contigo, sonho-te!..”

Respira

Aquela simples e vital função do nosso corpo! R-E-S-P-I-R-A-R!!

Quantas vezes por dia o fazem conscientemente? Quantas vezes por dia fazem questão de respirar fundo para que o oxigénio chegue a todas as vossas células, a todos os ‘cantos’ dos vossos corpos, das vossas almas?

Não o fazemos vezes suficientes, pois não? O tanto que tomamos por garantido esta função básica e não aproveitamos tudo o que estamos a inspirar: a energia que nos rodeia, a calma de um momento de respiração profunda, o assentar de tudo o que está a acontecer aqui e agora… O renovar de tudo o que se passa cá dentro, o absorver o novo para expirar o que já não faz parte!

Inspirar! Inspiração! A inspiração que devemos ter para viver todos os dias, para sorrir, para conseguir ultrapassar aquela pedra que surge, para aproveitar tudo que nos aparece no caminho, para crescer, para conseguir olhar para tudo com ‘olhos novos’ todos os momentos. Inspiração para crescer um bocadinho todos os dias, para criar, para nos recolhermos, para olhar para o mundo com gratidão e Amor, para cuidar de nós, para cuidar os que amamos, para criar a cada momento o presente da Vida que reconhecemos ser o que merecemos!

E algo tão simples como respirar pode trazer a acalmia de uma tempestade interna, de um tumulto interior, da confusão da nossa mente e do desassossego do coração.

Respira! Pára! Absorve! Contempla! Olha-te com os olhos fechados da alma para conseguires ver mais além…

adult air beautiful beauty

Photo by Oleksandr Pidvalnyi on Pexels.com

Sente…

Permite-te sentir tudo o que tens direito, e tudo que tem de fluir dentro de ti e de dentro de ti.

Abraça os teus sentimentos e não te envergonhes deles, eles fazem parte de ti e são o que te faz também.

Se tem de rir, ri! Se tens de chorar, chora!

Faz a tua parte todos os dias! Crescer com os teus sentimentos, para que eles também cresçam contigo.

Grita, sofre, enerva-te, ri-te, chora, acredita, deixa-te ir, deixa-te ficar, permite-te!

Procura dentro do teu peito, do teu coração, do teu ser o que te faz! Não te envergonhes do teu sentir, de ser quem és, de não saberes quem és, ou de ainda te estares a descobrir. Não tens de ser quem sempre pensaste que eras: podes mudar, podes ter dúvidas, podes queres algo diferente para ti e tens o direito de saber e admitir que não sabes para onde queres ir, ou qual é o caminho mais certo ou indicado para ti. Não há um caminho certo para seguires, nada está definido, e, ao mesmo tempo, há uma definição em ti que ainda não te deste conta. Isso sim é o certo: saber que não tens de saber, saber que não tens de ter todas as respostas e nem sequer tens de saber quais são as perguntas.

O certo vem até ti, de alguma forma, da forma que tem de ser. Com amor em ti e por ti! Com a certeza de que te podes permitir a ser quem és, mesmo não sabendo quem és. Sente! Sente-te! Permite-te sentir, permite-te crescer, porque até quando te sentes menina e pequena podes ter a certeza de que o espaço está aberto dentro de ti para cresceres da forma que a tua alma mais precisa. Sente-te!

pexels-photo-1061576.jpeg

Photo by rawpixel.com on Pexels.com

Todos por alguns

O Fisco passará a cobrar as cotas em atraso devidas às ordens profissionais.

Quando os transportes de Lisboa e do Porto têm deficits quem os paga é o estado.

O que é que isto tem em comum?

Em ambos os casos temos o estado (portanto todos os contribuintes) a servir interesses particulares.

Não é compreensível que todos tenhamos que pagar para que os pançudos do Porto e Lisboa para ssam ter transportes rápidos e baratos enquanto um “cidadão” do interior tem, na melhor das hipóteses, uma camionete por dia!

Mas como o pessoal do interior não faz barulho, que se lixem…

Verdade, ecologia e Nicolas Hulot

EcologiaDinheiro

Em nome da coerência e também para evitar ilusão de que o trabalhoecológico imprescindível está a ser feito, Nicolas Hulot, ex-ministro do ambiente francês, demitiu-se desiludido com a sua impotência para mudar o que devia já ser prioritário e até obrigatório.

 

NicolasHulot

Há muito que pequenas medidas são tomadas para minimizar as violências ecológicas a que submetemos o planeta, mas a coragem para as medidas verdadeiramente importantes parece sempre faltar.

Acordemos!