Ansiedade ansiosa

A constante roda da vida e do dia-a-dia são bastantes para adicionar stress, e ansiedade à nossa Vida. Quando juntamos a isso uma depressão recorrente e uma mente ansiosa… bem, imaginem lá!

Ou não conseguem imaginar! Porque a maior parte das vezes é-me difícil sequer destrinçar o que vai cá dentro, quanto mais explicar o que é, como se manifesta, a razão pela qual aparece ou como desaparece.

Tenho uma vida “normal”, tal como todo o resto das pessoas à minha volta, mas, por alguma razão, o meu cérebro tem uma tendência para ser ansioso, para ter uma ansiedade latente e permanente.

A vontade de chorar, a tristeza, o exagero das dificuldades, o comer até não haver amanhã, ou a excessiva vontade de fazer coisas com rapidez, de forma frenética, como se estivesse sob o efeito de uma droga qualquer… tudo isso faz parte de um dia-a-dia que quero normal, sem saber o que normal é.

A minha vida não é perfeita, mas consegui atingir coisas que nunca imaginei, ou que imaginava que existiriam apenas reservadas para outras pessoas. Sou feliz, numa grande parte do tempo, na outra a ansiedade toma conta de mim, da minha mente, de tudo à minha volta, e, de repente, tudo se desmonta até ficar em pedaços de mim. Espalhados pela alma e pelo querer ser mais, sem saber o que esse mais é.

“Luto” pela simplicidade, advogo-a, mas tenho uma tendência a complicá-la. Quero simplificar… quero viver em paz dentro de mim e para mim.

white and brown wooden tiles

Photo by Suzy Hazelwood on Pexels.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s