Burocracia (ou o jogo do empurra)

Em Portugal é comum a "culpa morrer solteira". Com o incêndio em Monchique, vem à memória o passado recente de Pedrógão. Como não vir? No entanto faz sentido perguntar o que foi feito. Todos ouvimos que havia multas para quem não limpasse os seus terrenos. Basta andar um pouco em estradas nacionais para ver que... Continue Reading →

“De mim estou eu farto”

Uma das principais características do ser humano (leia-se DE ser pessoa) é a empatia. Conseguirmo-nos colocar na pele de outro e perceber o que poderá sentir, faz com que possamos avaliar qualquer situação com proximidade. Ouvir outros pontos de vista, opiniões ou pensamentos, faz com que os nossos estejam também em constante mutação. Quem não... Continue Reading →

Saber realizar (ou manipulação)

Há uma irritação que me atormenta há muito tempo: A filmagem de performances de dança e movimento em programas de televisão. Por alguma razão os realizadores de programas televisivos fazem escolhas de planos aleatórios quando estão a filmar performances com muitas dinâmicas num palco. Poder-se-ia argumentar com a "desculpa" do directo mas isso, além de... Continue Reading →

O Ex Primeiro Ministro e a Cátedra

Passos Coelho, não é um académico, não é sequer um intelectual e talvez até nem tenha os mesmos conhecimentos que outros professores, mas tem a vivência única de ter sido o principal governante de uma nação em tempos de resgate financeiro.

Café Progresso

O Café Progresso no Porto já foi mesa de trabalho de estudantes, escritores, políticos, mas sobretudo portuenses. Há alguns meses mudou; passou a ser ainda mais bonito, mais moderno, mas também mais caro. É um sítio excelente para se demorar num pequeno-almoço onde, se pode ter a privacidade e calma para ler um livro, admirar... Continue Reading →

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑